MOISÉS

abril 4, 2009 em Uncategorized por sementinhakids

ESTUDO

Tema: “Bezerro de ouro ”

1- Objetivo: Ensinar às crianças que não devemos adorar imagens, que adoração deve ser dada somente a Deus!
2- Quebra-Gelo: O que você mais gosta de fazer no final de semana (pode ser algo de comer, um passeio, um programa de TV, uma brincadeira, etc.)
3- Versículo para Memorizar: “Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a Ele servirás.!” Mateus 4:10
4- Leitura da Bíblia: Êxodo 31:18 – 32:1-35
5- Mensagem: Quando Deus acabou de falar com Moisés no monte Sinai, entregou a ele as duas placas de pedra onde o próprio Deus havia escrito os mandamentos. O povo viu que Moisés estava demorando muito para descer do monte. Então eles se reuniram em volta de Arão e lhe disseram: — Não sabemos o que aconteceu com Moisés, aquele homem que nos tirou do Egito. Portanto, faça para nós deuses que vão à nossa frente. Arão lhes disse: — Tirem os brincos de ouro que as suas mulheres, os seus filhos e as suas filhas estão usando e tragam para mim. Então os israelitas tiraram das orelhas os brincos de ouro e os trouxeram a Arão. Ele pegou os brincos, derreteu-os, derramou o ouro dentro de um molde e fez um bezerro de ouro. Então disseram: — Povo de Israel, estes são os nossos deuses, que nos tiraram do Egito! Depois o povo sentou-se para comer e beber e se levantou para se divertir. Então o SENHOR Deus disse a Moisés: — Desça depressa porque o seu povo, o povo que você tirou do Egito, pecou e me rejeitou. Eles já deixaram o caminho que eu mandei que seguissem; fizeram um bezerro de ouro fundido, e o adoraram, e lhe ofereceram sacrifícios. Estão dizendo que estes são os deuses deles, os deuses que os tiraram do Egito. Eu conheço este povo e sei que é muito teimoso. Agora não tente me impedir, pois vou descarregar a minha ira sobre esta gente e vou acabar com eles. Depois farei de você e dos seus descendentes uma grande nação. Porém Moisés fez um pedido ao SENHOR, seu Deus. Ele disse: — Ó SENHOR, por que ficaste assim tão irado com o teu povo, que tiraste do Egito com grande poder e força? Por que deixar que os egípcios venham a dizer que tiraste o teu povo do Egito para matá-lo nos montes e destruí-lo completamente? Não fiques assim irado; muda de idéia e não faças cair sobre o teu povo essa desgraça. Lembra dos teus servos Abraão, Isaque e Jacó. Então o SENHOR Deus mudou de idéia e não fez cair sobre o seu povo a desgraça que havia prometido. Moisés desceu do monte, carregando as duas placas de pedra com os mandamentos escritos nos dois lados de cada pedra. O próprio Deus havia feito as placas e tinha gravado nelas os mandamentos. Josué ouviu o povo gritando e disse a Moisés: — Estou ouvindo um barulho de guerra no acampamento. Moisés disse: — Não parece um barulho de vitória, nem um grito de derrota; o que estou ouvindo é gente cantando. Quando Moisés chegou perto do acampamento, viu o bezerro de ouro e o povo, que estava dançando, e ficou furioso. Ali, ao pé do monte, ele jogou no chão as placas de pedra que estava carregando e quebrou-as. Então pegou o bezerro de ouro que eles haviam feito, queimou-o no fogo e o moeu até virar pó e espalhou o pó na água. Em seguida mandou que o povo de Israel bebesse daquela água. E Por causa deste pecado, Deus castigou os israelitas com uma doença. Eles sofreram muito e muitos israelitas acabaram morrendo.
6-Aplicação: O povo de Israel cometeu um pecado muito grave: adorar uma imagem. Desonrou a Deus, não reconhecendo que foi Ele quem os tirou do Egito, foram ingratos para com Ele! E por isso pereceram duramente! Adoraram a uma imagem, a um objeto de ouro, que não fala, não ouve, não tem sentimentos! Que loucura o povo de Israel cometeu! Devemos adorar somente a Deus, ao único e verdadeiro! Talvez, você nunca adorou uma imagem, mas já usou esta palavra (adorar) para outras coisas, por exemplo: “Eu adoro sorvete” ,“Eu adoro minha mãe”, “Eu adoro a célula”. Isto é errado, porque o significado da palavra adorar é “prestar culto”, “reverenciar”, “venerar” devemos usar a palavra “adorar” somente quando nos referimos a Deus – adorar só a Deus! E para as outras coisas você pode dizer “Eu amo muito…” , exemplo: “Eu amo muito sorvete”
7- Exercício de fixação: Há várias formas de adorar a Deus: cantando, orando, ofertando, sendo grato por suas bênçãos, obedecendo as autoridades, etc. Peça que as crianças dêem mais exemplos. Você pode fazer uma cartaz, recorte figuras nas revistas, e cole-as no cartaz, com o título: “Eu adoro a Deus quando….”
8-Comunhão/ Encerramento

Tema: “Moisés fere a rocha”

1- Objetivo: Ensinar às crianças que o Senhor supre todas as nossas necessidades, pois Ele é fonte de águas vivas!
2- Quebra-Gelo: A água é muito importante para nós. Cite uma coisa que fazemos usando água? (lavar roupa, cozinhar, lavar frutar, beber, etc) não pode repetir respostas.
3- Versículo para Memorizar: Disse Jesus: “Se alguém tem sede, venha a mim e beba.” João 7.37
4- Leitura da Bíblia: Êxodo 17:1-6
5- Mensagem:
O povo de Israel saiu do deserto de Sim, caminhando de um lugar para outro, de acordo com as ordens de Deus, o SENHOR. Eles acamparam em Refidim, mas ali não havia água para beber.
Então reclamaram contra Moisés e lhe disseram: — Dê-nos água para beber. Moisés respondeu: — Por que vocês estão reclamando? Por que estão pondo o SENHOR à prova? Mas o povo estava com muita sede e continuava reclamando e gritando contra Moisés. Eles diziam: — Por que você nos tirou do Egito? Será que foi para nos matar de sede, a nós, aos nossos filhos e às nossas ovelhas e cabras?
Então Moisés clamou pedindo a ajuda de Deus, o SENHOR. Ele disse: — O que é que eu faço com este povo? Mais um pouco, e eles vão querer me matar a pedradas. O SENHOR disse a Moisés: — Escolha entre eles alguns líderes e passe com eles na frente do povo. Leve também o bastão com o qual você bateu no rio Nilo. Eu estarei diante de você em cima de uma rocha, ali no monte Sinai. Bata na rocha, e dela sairá água para o povo beber. E Moisés fez isso na presença dos líderes do povo de Israel.
E da rocha saiu água, muita água, em abundância, e todo o povo de Israel pôde beber e saciar a sua sede. Deus é fiel e supriu, cuidou, de cada necessidade dos israelitas!!
6-Aplicação: O povo de Israel estava sedento e o Senhor tirou água da rocha par dar lhes de beber. A água é muito importante para as nossas vidas, o nosso corpo precisa de água, se não, morreremos de sede. (Mostrar uma jarra com água). Agora o nosso espírito, também precisa de água, mas é uma água especial, diferente, esta água é espiritual, e somente Jesus pode nos dar. Esta água dá vida ao nosso espírito, nos dá paz, alegria e segurança. Pra sempre, esta água não acaba. (Repita o versículo com as crianças).
7- Exercício de fixação: Sugestões: 1- brincadeira: estourar bexigas d’água. 2. Pesca: Numa bacia grande colocar vários cartões, cada cartão uma palavra referente ao que recebemos de Deus, que é a nossa fonte de águas vivas, por ex: amor, proteção, paz, alegria, saúde, salvação, etc. Dividir as crianças em dois grupos. Pedir para cada criança, uma de cada vez tentar tirar um cartão da água com uma colher na boca, colocando-a por baixo do cartão, contar até 10, se não conseguir passar para outra criança. Vence o grupo que pegar mais cartões com a colher.
8-Comunhão/ Encerramento

Tema: Maná – Deus alimenta os israelitas

1- Objetivo: Ensinar às crianças que devemos agradecer a Deus pelo alimento, porque Ele é Deus provedor, nos sustenta a cada dia !
2- Quebra-Gelo: Qual é a sua comida preferida?
3- Versículo para Memorizar: – “Comerão abundantemente, e se fartarão, e louvarão o nome do SENHOR.”
Joel 2:26
4- Leitura da Bíblia: Êxodo 16:1-35

5- Mensagem: Muitos dias se passaram, depois que o povo de Israel saiu do Egito, e a comida acabou. Ali, no deserto, todos eles começaram a reclamar contra Moisés e Arão, dizendo assim: Teria sido melhor que o SENHOR tivesse nos matado no Egito! Lá, nós podíamos pelo menos nos sentar e comer carne e outras comidas à vontade. O SENHOR Deus disse a Moisés: Diga ao povo que hoje à tarde, antes de escurecer, eles comerão carne. E amanhã de manhã comerão pão à vontade. Aí ficarão sabendo que eu, o SENHOR, sou o Deus deles. À tarde apareceu um grande bando de codornas; eram tantas, que cobriram o acampamento. E no dia seguinte, de manhã, havia orvalho em volta de todo o acampamento. Quando o orvalho secou, por cima da areia do deserto ficou uma coisa parecida como flocos brancos. Os israelitas viram aquilo e não sabiam o que era. Então perguntaram uns aos outros: — O que é isso? Moisés lhes disse: — Isso é o alimento que o SENHOR está mandando para vocês comerem. Quando as pessoas provaram, perceberam que tinha gosto de bolo de mel. Deram a esse alimento o nome de maná, que significa “que é isto”? Moisés disse aos israelitas: Todas as manhãs vocês encontrarão o maná sobre a terra. Levantem cedo e colham o suficiente para o dia inteiro, mas não guardem nada para o dia seguinte. Mas alguns não obedeceram à ordem de Moisés e guardaram uma parte daquele alimento. E no dia seguinte o que tinha sido guardado estava cheio de bichos e cheirava mal. Aí Moisés ficou muito irritado com eles. Todas as manhãs cada um pegava o necessário para comer naquele dia, pois o calor do sol derretia o que ficava no chão. Na sexta-feira, Moisés disse ao povo que colhesse maná suficiente para dois dias, porque Deus não enviaria maná no sábado. Mas algumas pessoas não deram ouvidos a Moisés. Todas as outras noites da semana o maná que sobrava se estragava. Elas pensaram que ele também se estragaria na sexta à noite. Mas na noite de sexta-feira ele não se estragou e no sábado não havia maná sobre a terra. Depois da primeira semana, todos entenderam que precisavam obedecer às instruções de Deus. Durante quarenta anos, enquanto estava no deserto, o povo de Israel teve maná para comer! Deus o alimentou! (Líder, depois de contar esta história, você pode fazer um encenação com as crianças. Personagens: Deus, Moisés, Arão, israelitas ( o líder pode ir narrando a história). Materiais para a encenação: um tecido cor clara (representando o deserto) , Pipoca (representando o maná) pedacinhos de carne ou de salgadinhos (representando as codornas).
6-Aplicação: O Senhor sustentou os israelitas durante todo o tempo que eles andaram no deserto, quando deixaram o Egito, e partiram para a terra prometida, Canaã. Deus é fiel e cuida das necessidades dos seus filhos. Tenha um coração grato ao Senhor. A cada dia agradeça pelo que Ele tem te dado a você. Agradecimento é o segredo para ser abençoado! (Líder, repita o versículo com as crianças. E peça para as crianças orarem umas pelas outras, para que Deus supra as suas necessidades e que elas creiam em Deus, profetizando fartura nos seus lares! (Faça um bolo ou pão de mel e distribua para as crianças).
7- Exercício de fixação: Algumas atividades – sugestões: 1º ) Faça uma salada de frutas para as crianças 2º ) Desenhar e pintar o alimento preferido 3º ) Jogo: “Adivinhe o cheiro” – Divida as crianças em dois grupos. Com os olhos fechados, as crianças terão que adivinhar que alimento estão cheirando (cebola, salgadinho,goiaba, limão,etc) ganha o grupo que mais acertar qual é o alimento. No final da(s) atividade (s) agradeça a Deus junto com as crianças pelos diferentes alimentos que o Senhor criou!
8-Comunhão/ Encerramento

Tema: Moisés e o Mar Vermelho

1- Objetivo: Ensinar às crianças que elas devem confiar em Deus. Ele é Deus de milagres, nada é impossível para Ele!
2- Quebra-Gelo: Cite um milagre de Deus que você já viu.
3- Versículo para Memorizar: Êxodo 14:14a – “O Senhor lutará por você.”
4- Leitura da Bíblia: Êxodo caps 14:5 a 15:1
Quando contaram ao rei do Egito que os israelitas tinham fugido, ele e os seus empregados mudaram de idéia e disseram: — Vejam só o que fizemos! Deixamos que os nossos escravos, os israelitas, fugissem de nós! Então o rei mandou preparar o seu carro de guerra e o seu exército. Ele saiu com todos os carros de guerra, Os egípcios, com todos os seus cavalos, carros de guerra e cavaleiros, saíram atrás dos israelitas e os alcançaram onde eles estavam acampados, na beira do mar Vermelho. Quando os israelitas viram o rei e o seu exército marchando contra eles, ficaram apavorados e gritaram pedindo a ajuda de Deus, o SENHOR. E disseram a Moisés: Veja só o que você fez, nos tirando do Egito! O que foi que lhe dissemos no Egito? Que nos deixasse em paz, trabalhando como escravos para os egípcios. Pois é melhor ser escravo dos egípcios do que morrer aqui no deserto! Porém Moisés respondeu: — Não tenham medo. Fiquem firmes e vocês verão que o SENHOR vai salvá-los hoje. Vocês não terão de fazer nada: o SENHOR lutará por vocês. O SENHOR disse a Moisés: — Por que você está me pedindo ajuda? Diga ao povo que marche. Levante o bastão e o estenda sobre o mar. A água se dividirá, e os israelitas poderão passar em terra seca, pelo meio do mar. Então o Anjo de Deus, que ia na frente dos israelitas, mudou de lugar e passou para trás. Também a coluna de nuvem saiu da frente deles e foi para trás, ficando entre os egípcios e os israelitas. A nuvem era escura para os egípcios, porém iluminava o povo de Israel. Assim, durante a noite inteira, o exército egípcio não conseguiu chegar perto dos israelitas. Moisés estendeu a mão sobre o mar, e Deus, o SENHOR, com um vento leste muito forte, fez com que o mar recuasse. O vento soprou a noite inteira e fez o mar virar terra seca. As águas foram divididas, e os israelitas passaram pelo mar em terra seca, com muralhas de água nos dois lados. Os egípcios os perseguiram e foram atrás deles até o meio do mar com todos os seus cavalos, carros de guerra e cavaleiros. Então o SENHOR Deus disse a Moisés: — Estenda agora a mão sobre o mar para que as águas voltem e cubram os egípcios, os seus carros de guerra e os seus cavaleiros. Moisés estendeu a mão sobre o mar, e, quando amanheceu, o mar voltou ao normal. Os egípcios tentaram escapar das águas, porém o SENHOR os jogou dentro do mar. As águas voltaram e cobriram os carros de guerra, os cavaleiros e todo o exército egípcio que havia perseguido os israelitas no mar. E não sobrou nenhum egípcio com vida. Naquele dia o SENHOR salvou o povo de Israel dos egípcios, e os israelitas os viram mortos na praia. Quando viram o poder com que o SENHOR havia derrotado os egípcios, os israelitas o temeram. E creram em Deus, o SENHOR, e no seu servo Moisés. Então Moisés e os israelitas cantaram esta canção a Deus, o SENHOR: Cantarei ao SENHOR porque ele conquistou uma vitória maravilhosa; ele jogou os cavalos e os cavaleiros dentro do mar.
5-Aplicação: Abrir o mar foi um grande milagre, não foi? A Bíblia diz que Deus é o mesmo ontem, hoje e sempre. Ele também pode e deseja fazer milagres em sua vida, basta você crer e o milagre que você precisa Ele vai te dar. Confie nEle. Quais têm sido as suas lutas, as suas dificuldades? Ele quer lutar por você! Confie no Senhor!
6- Exercício de fixação: Faça a encenação da história do Mar Vermelho, divida as crianças em três grupos, 1º grupo: vai representar as paredes do mar, 2º grupo: os israelitas passando pelo meio do mar, e o 3º grupo: os egípcios que vão ser tragados pelas águas do Mar Vermelho.
7-Comunhão/ Encerramento

Tema: Moisés e a sarça

1- Objetivo: Ensinar às crianças que Deus nos dá força e coragem, para enfrentar as situações difíceis.

2- Quebra-Gelo: Você tem vergonha de algo? (ex: de falar de Jesus pra alguém, do seu tamanho, que você ainda não sabe ler direto, etc). Líder depois que as crianças falarem, leia o versículo junto com elas, e mostre a elas que Deus pode ajudá-las em tudo: dar coragem para evangelizar; aceitar como ela foi criada, não importa como seja o seu físico, não importa o que os outros falem ela é especial, porque Deus a criou! Se há coisas que ela ainda não sabe fazer, como: ler, fazer contas, pintar bem, etc, Deus vai ajudá-las e elas vão conseguir! Líder depois ore pelas necessidades delas, profetize sobre a vida das suas crianças, a força, a coragem e a capacitação de Deus!

3- Versículo para Memorizar: “Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação.” Filipenses 4:13

4- Leitura da Bíblia: Êxodo 2:11-25, 3:1-22,4:1-20

5-Mensagem: Moisés já era homem feito. Um dia ele viu um egípcio espancando um hebreu, foi defendê-lo e acabou matando o egípcio. Moisés teve que fugir. E foi morar na terra de Midiã. Certo dia, quando Moisés estava sentado perto de um poço, algumas moças vieram tirar água para dar de beber às ovelhas do seu pai. Então chegaram alguns pastores e começaram a enxotar as moças dali. Porém Moisés se levantou, e as defendeu, e deu água aos animais. Quando elas voltaram para casa o pai perguntou: Por que é que vocês voltaram tão cedo hoje? Elas responderam: Um egípcio nos defendeu dos pastores, e tirou água para nós. Jetro disse: Vão chamá-lo para que venha jantar conosco. Depois Jetro convidou Moisés para ficar morando ali, e deu a Moisés, a sua filha Zípora em casamento. Moisés tornou-se pastor do rebanho de Jetro. Como o passar dos anos o faraó do Egito morreu, mas os hebreus ainda eram escravos e oravam a Deus por ajuda. E Deus ouviu suas orações. Certo dia, Moisés estava cuidando de algumas ovelhas, quando percebeu uma sarça em chamas. O mato estava com fogo, mas não queimava. Então pensou: Que coisa esquisita! Por que será que a sarça não se queima? Quando o SENHOR Deus viu que Moisés estava chegando mais perto para ver melhor, ele o chamou do meio da sarça e disse: Moisés! Moisés! Estou aqui! Respondeu Moisés. Deus disse: Tire as sandálias, pois o lugar onde você está é um lugar santo. E Deus continuou: Tenho ouvido o clamor do meu povo! Agora venha, e eu o enviarei ao rei do Egito para que você tire de lá o meu povo, os israelitas. Moisés perguntou a Deus: Quem sou eu para ir falar com o rei do Egito e tirar daquela terra o povo de Israel? Deus respondeu: Eu estarei com você. Aí Moisés respondeu: Mas os israelitas não vão acreditar em mim. Então o SENHOR ordenou: Jogue agora o seu bastão no chão. Ele jogou-o e virou uma cobra. Agora pegue a cobra pelo rabo. Ele pegou-a e ela virou um bastão de novo na mão dele. Depois Deus colocou feridas na mão de Moisés, e quando Moisés colocou a mão no peito ficou sarada. Então o SENHOR disse: Faça esses dois milagres para provar aos israelitas que o SENHOR apareceu a você. Mas Moisés respondeu: Ó Senhor, eu nunca tive facilidade para falar? Porém o SENHOR lhe disse: Quem dá a boca ao ser humano? Quem lhe dá a vista? Sou eu, Deus, o SENHOR. Você falará com Arão, seu irmão, e lhe dirá o que ele deve dizer. Eu os ajudarei! Então Moisés pegou a sua mulher e os seus filhos, e começou com eles a sua viagem de volta para o Egito.

6-Aplicação: Moisés estava com medo, achava que não iria conseguir, mas o Senhor prometeu estar com ele. Saiba que o Senhor também está com você, hoje! Não tenha medo, não tenha vergonha de nada. Você não é um “coitadinho”, você é filho de Deus! O Senhor te dá coragem, te dá força, te ajuda em tudo o que você precisa!

7- Exercício de fixação: Confeccione uma “sarça” com as crianças, pegue gravetos, ou pequenos galhos, coloque-os num balde com terra ou areia, e coloque pedaços de papel celofane, vermelho e amarelo, ( que lembra cor do fogo). Faça uma encenação com as crianças, depois de pronto. Peça-as para mexerem no celofane, o barulho vai ser semelhante ao fogo queimando. Podem fazer uma encenação. Cada vez que mexerem no celofane, fazendo barulho, podem dizer uma fala de Deus a Moisés (pegar na Bíblia).

8-Comunhão/ Encerramento

Tema: O nascimento de Moisés

1- Objetivo: Ensinar às crianças que Deus nos protege quando estamos em perigo.

2- Quebra-Gelo: Você já passou por alguma situação em que você sentiu muito medo? Como foi?

3- Versículo para Memorizar: “Tu és o meu abrigo.“ Salmo 32:7

4- Leitura da Bíblia: Êxodo 1:6-22; 2:1-10

5-Mensagem: Mais tarde José e todos os seus irmãos morreram. Mas os descendentes de Jacó, os israelitas, tiveram muitos filhos e aumentaram tanto, que se tornaram poderosos. Depois o Egito teve um novo rei que não sabia nada a respeito de José. Ele disse ao seu povo: “Vejam! O povo de Israel é forte e está aumentando mais depressa do que nós. Em caso de guerra, eles poderiam se unir com os nossos inimigos, lutariam contra nós e sairiam do país.” Por isso os egípcios puseram feitores para maltratar os israelitas, obrigando-os a fazer trabalhos pesados na fabricação de tijolos, nas construções e nas plantações. Mas faraó continuava preocupado com o crescimento do povo de Israel e ordenou às parteiras: “Matem os bebês que forem meninos, e só deixem vivas as meninas!” Mas as parteiras serviam a Deus, e não obedeceram a Faraó. Então o rei mandou chamar as parteiras e perguntou: “Por que vocês estão fazendo isso? Por que estão deixando que os meninos vivam?” Elas responderam: “É que as mulheres israelitas não são como as egípcias. Elas dão à luz com facilidade, e as crianças nascem antes que a parteira chegue.” Então Faraó ordenou: “Joguem todos os bebês meninos no rio Nilo e deixem só as meninas viverem!” Foi nessa época que dois descendentes de Levi, filho de Jacó, Anrão e Joquebede, tiveram um filho. Joquebede viu que era um bebê muito bonito, por isso o escondeu durante três meses para que os guardas não o matassem. Depois desse tempo, ela não conseguia mais escondê-lo por isso teve a idéia de fazer um cesto. Quando o cesto estava terminado, ela colocou o menino dentro, e colocou-o no rio. Miriã, irmã do bebê, ficou vigiando para ver o que iria acontecer. A filha do rei do Egito foi até o rio e estava tomando banho, quando de repente, ela viu o cesto no meio da moita de juncos e mandou que uma das suas escravas fosse buscá-lo. A princesa abriu o cesto e viu um bebê chorando. Ela ficou com muita pena dele e disse: “Este é um menino israelita.” Então a irmã da criança perguntou à princesa: “Quer que eu vá chamar uma mulher israelita para amamentar e criar esta criança para a senhora?” “Vá” – respondeu a princesa. Então a moça foi e trouxe a própria mãe do menino. Aí a princesa lhe disse: “Leve este menino e o crie para mim, e eu pagarei pelo seu trabalho.” A mulher levou o menino e o criou. Quando ele já estava grande, ela o levou à filha do rei, que o adotou como filho. Ela pôs nele o nome de Moisés e disse: “ Eu o tirei da água.”

6-Aplicação: Deus faz coisas tremendas! Ele usou a própria filha do Faraó para proteger a vida de Moisés. Se você está com medo de alguma coisa, confie no Senhor e declare que assim como Ele protegeu Moisés, Ele vai proteger você também porque Ele te ama e te trouxe ao mundo para viver bem, feliz e seguro!

7- Exercício de fixação: Cabana – Faça uma cabana com cabos de vassouras, cadeiras, lençóis, etc. Use a criatividade das crianças. Depois de terminada, deixe que duas ou três crianças (depende do espaço da cabana) entrem na cabana, quando estiverem dentro, você pode ir fazendo algumas perguntas para elas, ou pedir para as crianças que estão do lado de fora fazerem perguntas, sobre o que elas estão sentindo (ex: o lugar é quentinho? está protegido?) Você também pode fazer uma chuva de papel, jogar em cima da cabana, e mostrar que eles não se molham porque a cabana protege. Pode também fazer uma brincadeira com as crianças que estão fora: algumas são animais ferozes que pegam as outras que estão fora da cabana, e as crianças dentro da cabana não são atacadas porque estão protegidas. Crie outras brincadeiras usando a cabana! Explicar que a cabana protege do frio, do calor, da chuva e do perigo, ela é um abrigo, assim como o Senhor é o nosso abrigo!

8-Comunhão/ Encerramento

ESTUDO RETIRADO DO BLOG DA PASTORA MIRIAN GALLI DA IGREJA ÁGUA VIVA. MAUÁ. SÃO PAULO.   http://miriangalli.blogspot.com/