DAVI

fevereiro 11, 2009 em Uncategorized por sementinhakids

 

 

 

 

Estudo: “Davi é ungido rei”

1- Objetivo: Levar às crianças a valorizar as pessoas nas suas qualidades: bom caráter, bondade, respeito, amor a Deus e ao próximo. Uma pessoa que possui esses valores é uma pessoa bonita. Esta beleza é mais importante que a beleza física. Não adianta uma pessoa ser bonita, na aparência, e ser mentirosa, ser má, sem temor a Deus. A beleza física não dura, porque as pessoas vão ficando velhas, mas a beleza do coração permanece para a vida eterna, pois agrada o coração de Deus!
2- Quebra-Gelo: Você já conheceu uma pessoa bonita, mas que tinha um mau caráter ?
3- Versículo para Memorizar: “O homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração.” I Samuel 16:7
4- Referência Bíblica: 1 Samuel 16:1-13
5- Mensagem: O Senhor Deus disse a Samuel: Até quando você vai continuar a ter pena de Saul? Saul era rei de Israel, o primeiro rei que Israel teve. Mas ele não obedecia a Deus. Por isso Deus falou para Samuel: Eu não quero mais que ele seja rei de Israel. Encha um chifre com azeite e leve com você. Vá a Belém, até a casa de um homem chamado Jessé, pois eu escolhi um dos filhos dele para ser rei. Samuel responde: —Se Saul souber disso, ele me mata! O Senhor respondeu: Leve um bezerro e diga que você foi lá para oferecer um sacrifício ao Senhor. Convide Jessé para o sacrifício, e depois você ungirá como rei aquele que eu indicar. Samuel foi a Belém. Quando chegou lá, ele mandou que Jessé e os seus filhos se purificassem e os convidou para o sacrifício. Quando eles chegaram, Samuel viu Eliabe, um dos filhos de Jessé, e pensou: — Este homem que está aqui na presença de Deus, o Senhor, certamente é aquele que o Senhor escolheu. Mas o Senhor disse: — Não se impressione com a aparência nem com a altura deste homem. Eu o rejeitei porque não julgo como as pessoas julgam. Elas olham para a aparência, mas eu vejo o coração. Então Jessé chamou o seu filho Abinadabe e o levou a Samuel. Mas Samuel disse: — Este também não foi escolhido pelo Senhor. Assim Jessé apresentou a Samuel sete dos seus filhos. E Samuel disse: O Senhor Deus não escolheu nenhum destes. E perguntou a Jessé: — Você não tem mais nenhum filho? Jessé respondeu: Tenho mais um, o caçula, mas ele está fora, tomando conta das ovelhas. Então mande chamá-lo! disse Samuel. Nós não vamos oferecer o sacrifício enquanto ele não vier. Aí Jessé mandou buscá-lo. Era um belo rapaz, saudável e de olhos brilhantes. E o Senhor disse a Samuel: É este mesmo. Derrama o óleo em sua cabeça. Samuel pegou o chifre cheio de azeite e ungiu Davi na frente dos seus irmãos. E o Espírito do Senhor dominou Davi e daquele dia em diante ficou com ele. E Samuel voltou para Ramá.
6- Aplicação: Davi , embora fosse um menino de boa aparência, não tinha idade, nem estava preparado para ser rei, ele era muito novo. Havia muitos adultos com preparo, com conhecimento para ser rei. Mas o senhor escolheu um menino, pastor de ovelhas, o mais novo dos seus irmãos. Por quê? Porque Davi amava ao Senhor de todo o seu coração. Davi foi conhecido mais tarde, como “o homem, segundo o coração de Deus.” Davi era um menino novo como você. Talvez as pessoas achem que você é apenas uma criança que não entende nada, que não tem idade para ser usado por Deus. Mas isso não é verdade. Você não precisa esperar crescer, ser um adulto, para Deus começar a te usar. Entregue o seu coração ao Senhor, e Ele te usará com autoridade para pregar, para profetizar, para orar com fé, e ver os milagres! Vamos repetir o versículo!
7- Atividade: Teatro: “Davi e suas ovelhas”- Davi era pastor de ovelhas. Fazer uma encenação junto com as crianças. Uma criança será o Davi, e as outras serão ovelhas. Dizer quais eram as atividades de um pastor: levar as ovelhas para pastar, deixá-las comer, depois levá-las para beber água, protegê-las de um animal feroz. Enquanto cuidava delas, Davi tocava harpa também. Peça para as crianças darem outras sugestões das tarefas de um pastor. E conforme for mencionando, as crianças vão fazendo a encenação. Pode preparar um cenário também com as crianças, do lugar de pasto, lugar de beber água, etc.
8- Comunhão / Encerramento

Título: “Davi e Jônatas”

1- Objetivo: Levar às crianças a serem leais e amarem aos seus amigos.
2- Quebra-Gelo: Quem é o seu melhor amigo ? Por quê?
3- Versículo para Memorizar: “Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão”. Pv 17:17
4- Referência Bíblica: I Samuel 18 e 20
5- Mensagem: Jônatas, filho de Saul, era muito amigo de Davi. Na verdade, eles tinham muito mais do que uma amizade, eles tinham uma aliança. Jônatas deu sua própria capa a Davi, como também as suas vestes de guerreiro, a sua espada, o seu arco, e o seu cinto. Mas um dia, Davi descobriu que Saul queria matá-lo, e contou para Jônatas. Jônatas achou estranho porque seu pai não havia comentado nada com ele, mas Davi sabia que Saul conhecia a amizade deles e não queria que o filho sofresse, mas Davi tinha certeza que estava bem perto da morte. Mesmo desconfiado, Jônatas queria ajudar o seu amigo, e Davi lhe deu uma sugestão: Amanhã é a Festa da Lua Nova, e eu deveria ir sem falta ao jantar do rei. Mas eu irei me esconder no campo até depois de amanhã à noite. Se o seu pai notar que eu não estou à mesa, diga que eu pedi a você para me deixar ir com urgência a Belém, pois está na época de toda a minha família oferecer lá o sacrifício anual. Jônatas gostou da idéia e pediu para que Davi fosse com ele ao campo. Chegando lá, ele contou a Davi o que estava pensando em fazer para avisá-lo, caso ele descobrisse que Saul queria mesmo matá-lo. O plano foi feito e Davi foi se esconder no campo. O rei Saul chegou para a Festa da Lua Nova e sentou-se para comer no lugar de costume, perto da parede. Abner, primo de Saul, sentou-se ao lado de dele, e Jônatas, na sua frente. Mas o lugar de Davi ficou vazio. Naquele dia Saul não disse nada, mas no dia seguinte, o segundo dia da Festa, o lugar de Davi continuava desocupado. Então Saul perguntou a Jônatas: — Por que Davi não veio comer nem ontem nem hoje?
Jônatas respondeu: Ele me pediu licença para ir a Belém para ver os seus parentes na festa do sacrifício.
Saul ficou muito zangado, falou que queria matar Davi, então Jônatas perguntou ao seu pai o que Davi tinha feito de tão grave para merecer a morte, mas Saul estava com tanta raiva que atirou uma lança em seu filho para machucá-lo, e assim Jônatas entendeu que seu pai estava determinado a matar Davi, por isso ele ficou muito triste. Logo pela manhã, Jônatas foi ao campo com seu empregado, e pediu para ele buscar as flechas que ele atirava ao campo. Ele foi sem entender, mas isso fazia parte do plano para avisar Davi. Então, Jônatas deu suas armas ao empregado para ele levá-las a cidade, para poder ver seu amigo. E foi ao encontro de Davi, os dois estavam muito tristes, e choraram juntos. E disse Jônatas a Davi: Vai-te em paz, que o Senhor seja entre mim e ti, e entre a minha descendência e a tua descendência, para sempre.
6- Aplicação: Talvez, a amizade mais conhecida na Bíblia, seja a de Davi com Jônatas, pela lealdade e respeito que havia entre os dois. Como o seu pai era o rei, Jônatas seria o seu sucessor, mas ele sabia que era Davi, quem assumiria o lugar do seu pai. E não teve ciúmes, pelo contrário, Jônatas e Davi se tornaram grandes amigos. Essa história nos ensina que temos que amar os nossos amigos e nos preocupar com o bem deles. E se alguém te trata mal, te desrespeita, te obriga a fazer coisas que você não quer, esse alguém não é seu amigo, afaste-se dele, e fique só com as pessoas que te fazem bem. Nós podemos ter muitos ou poucos amigos. Mas o nosso melhor amigo é e sempre vai ser JESUS! Ele está conosco em todos os momentos, para nos proteger, e cuidar de nós, nos conhece pelo nome, morreu na cruz porque nos ama! E um dia, vamos morar no céu, juntos com ele pra sempre. Aleluia!! Líder, se houver visitante faça apelo.
7- Atividade: “Complete a frase” – Peça às crianças para completarem a frase: “Ser amigo é…” Pode escolher outra frase também que fale sobre o amigo verdadeiro. Elas podem fazer um desenho também sobre a amizade.
No final, o líder pode chamar uma criança e entregar os mesmos objetos que Jônatas entregou para Davi. Cada criança entregará um objeto, e cada objeto terá uma faixa escrita com uma qualidade de um amigo: ex: Capa (amor), Arco (bondade), Cinto ( respeito), espada (lealdade). Cada criança entrega o objeto e falará a qualidade de um verdadeiro amigo!
8- Comunhão / Encerramento

Título: “Davi e Golias”

1- Objetivo: Levar às crianças a confiar em Deus. Elas devem saber que, nos momentos de lutas e dificuldades, o Senhor dará a vitória que elas precisam.
2- Quebra-Gelo: Conte uma vitória que o Senhor já te deu ?
3- Versículo para Memorizar: “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé.” 1 João 5.4
4- Referência Bíblica: I Samuel 17.1-50
5- Mensagem: Saul e os israelitas se juntaram, acamparam no vale do Carvalho e se prepararam para lutar contra os filisteus. Um homem chamado Golias, da cidade de Gate, saiu do acampamento filisteu para desafiar os israelitas. Ele tinha quase três metros de altura e usava um capacete de bronze e uma armadura também de bronze, que pesava uns sessenta quilos. Golias veio, parou e gritou para os israelitas: Escolham um dos seus homens para lutar comigo. Se ele vencer e me matar, nós seremos escravos de vocês; mas, se eu vencer e matá-lo, vocês serão nossos escravos. Quando Saul e os seus soldados ouviram isso, ficaram apavorados. Davi , filho de Jessé, chegou ao acampamento, para levar alimento aos seus irmãos que estavam na batalha. Enquanto Davi estava falando com eles, Golias avançou e desafiou os israelitas. Então Davi perguntou aos soldados: Quem é esse filisteu pagão para desafiar o exército do Deus vivo? Davi disse ao rei Saul: Meu senhor, eu vou lutar contra ele. Mas Saul respondeu: Você não pode lutar contra esse filisteu. Você não passa de um rapazinho. Davi respondeu: Tenho matado leões e ursos e vou fazer o mesmo com esse filisteu. Então Saul deu a sua própria armadura para Davi usar. Mas ele disse a Saul: — Não consigo andar com tudo isto. Então tirou tudo. Pegou o seu bastão, escolheu cinco pedras lisas no ribeirão e pôs na sua sacola. Pegou também a sua funda e saiu para enfrentar Golias. Golias olhou bem para ele e começou a caçoar, dizendo: Para que é esse bastão? Você pensa que eu sou algum cachorro? Venha, que eu darei o seu corpo para as aves e os animais comerem. Davi respondeu: Você vem contra mim com espada, lança e dardo. Mas eu vou contra você em nome do Senhor Todo-Poderoso. Então o mundo inteiro saberá que o povo de Israel tem um Deus. Então Davi enfiou a mão na sua sacola, pegou uma pedra e com a funda a atirou em Golias. A pedra entrou na testa de Golias, e ele caiu de cara no chão. Então Davi correu, ficou de pé sobre Golias, tirou a espada dele da bainha e o matou. E assim Davi venceu Golias e o matou apenas com uma pedra. Quando os filisteus viram que o seu herói estava morto, fugiram.
6- Aplicação: Davi foi desprezado pelos irmãos, pelo rei e pelo próprio inimigo. Todos zombaram dele. Mas ele não se importou. Ele sabia que Deus estava com Ele, para protegê-lo e lhe dar vitória. O tempo todo ele declarou a sua vitória em Deus e foi exatamente o que ele recebeu: ele venceu o inimigo! Qual é o seu inimigo? Inimigo pode ser um problema, uma dificuldade que você esteja passando, ou alguém que faz o mal pra você. Assim Como Davi, confie em Deus, declare vitória sobre o seu inimigo. Você declara vitória falando com fé. Davi não somente confiou, mas ele teve ação: pegou a pedra e atirou. Deus vai te ajudar e dizer o que você deve falar ou fazer. Faça a sua parte e Deus fará a parte dele!
7- Atividade: As crianças devem formar duplas, uma criança deve vendar os olhos, enquanto a outra irá ajudá-la na brincadeira. As outras crianças devem marcar um local de chegada na sala, podendo fazer obstáculos no meio do caminho, fazendo curvas e retas que devem ser seguidas. A criança dos olhos vendados deve dar 5 voltas e a criança deve guiá-la até o ponto de chegada , sem tocar na criança de olhos vendados. O líder deve cronometrar o tempo de chegada das duplas, a dupla que chegar em menos tempo no ponto de chegada ganhará o jogo. As duplas podem ser invertidas depois, ou seja, a criança que guiou pode tampar os olhos enquanto a outra a guia. Princípio: Confiar em Deus, é andar de olhos vendados, seguros de que Ele nos guiará para o caminho certo!
8- Comunhão / Encerramento

“Davi e Mefibosete”

1- Objetivo: Levar às crianças a entender que da mesma forma que Deus cumpre suas promessas em nossas vidas, devemos cumprir o que prometemos às pessoas.
2- Quebra-Gelo: Você honra a sua palavra, ou seja, você cumpre aquilo que promete? Dê um exemplo.
3- Versículo para Memorizar: “Cumpramos sempre a promessa que nós fizemos um ao outro” – 1 Samuel 20:42
4- Referência Bíblica: 1Samuel 31, 2 Samuel 4 a 9
5- Mensagem: Os filisteus lutaram contra os israelitas no monte Gilboa, muitos israelitas foram mortos ali, e o resto fugiu. Os filisteus cercaram o rei Saul e os seus filhos. A luta estava feroz em volta de Saul. Ele foi atingido por flechas inimigas e ficou muito ferido. Então disse ao rapaz que carregava as suas armas: Tire a sua espada e me mate para que esses filisteus pagãos não caçoem de mim e me matem. Mas o rapaz estava muito apavorado e não quis fazer isso. Então Saul pegou a sua própria espada e se jogou sobre ela e quando viu que Saul estava morto, o rapaz também se jogou sobre a sua própria espada e morreu junto com ele. Um dia depois da batalha, quando os filisteus voltaram lá para tirar as coisas de valor dos mortos, acharam os corpos de Saul e dos seus três filhos caídos no monte Gilboa. Então cortaram a cabeça de Saul e tiraram a sua armadura. Quando Saul e Jônatas foram mortos, Mefibosete, filho de Jônatas, tinha cinco anos de idade. Ao chegar à notícia da morte de Saul e de Jônatas, a mulher, que cuidava de Mefibosete, o pegou e fugiu. Mas estava com tanta pressa, que o deixou cair e fez com que ele ficasse aleijado. Com a morte do rei Saul, Davi tornou-se o novo rei. Depois de algum tempo, o rei Davi perguntou se havia alguém da família de Saul, que ainda estivesse vivo. Porque se estivesse, ele queria fazer alguma coisa boa para essa pessoa, por causa de Jônatas. Havia um escravo chamado Ziba, da família de Saul, e Davi lhe perguntou: – Ainda existe alguém da família de Saul para quem eu possa fazer alguma coisa boa, como prometi a Deus? Ziba respondeu: Sim, existe um filho de Jônatas. Ele é aleijado dos dois pés. Então o rei Davi mandou buscá-lo. Quando Mefibosete, filho de Jônatas e neto de Saul, chegou, ele ajoelhou-se e encostou o rosto no chão diante de Davi, em sinal de respeito. Davi disse: Mefibosete! Às suas ordens, senhor – respondeu ele. Não fique com medo! – disse Davi – Eu serei bondoso com você por causa de Jônatas, o seu pai. Eu lhe darei de volta todas as terras que pertenciam ao seu avô Saul, e você será sempre bem-vindo à minha mesa. Então o rei chamou Ziba, o escravo de Saul, e disse: Eu estou devolvendo a Mefibosete, o neto do seu patrão, tudo o que pertencia a Saul e à sua família. Você, os seus filhos e os seus empregados cultivarão a terra para a família do seu patrão Saul e farão a colheita para que eles tenham comida. Mas Mefibosete comerá sempre à minha mesa. Ziba tinha quinze filhos e vinte empregados. Ele respondeu: Farei tudo o que o senhor mandar. Daí em diante Mefibosete passou a comer junto com o rei, como se fosse filho dele. Mefibosete tinha um filho pequeno chamado Mica. Todos os que eram da família de Ziba se tornaram empregados de Mefibosete. Assim Mefibosete, que era aleijado dos dois pés, ficou morando em Jerusalém, e todos os dias, ele comia junto com o rei Davi.
6- Aplicação: Como aprendemos na história anterior, a amizade de Davi e Jônatas era muito bonita, mas poderia ter acabado quando Jônatas morreu. Contudo, mesmo com a morte de seu amigo, Davi cumpriu o que havia prometido a ele, cuidou de seu filho Mefibosete. Temos que ser assim como Davi: cumprir aquilo que dizemos às pessoas, porque temos que ser como Jesus e ele sempre cumpre as suas promessas nas nossas vidas.
7- Atividade: “Você Promete?”
Pedir para as crianças se colocarem uma ao lado da outra de frente para você e a certa distância. Dê a cada uma delas um desafio, (abraçar o amigo, imitar algum animal, dar um sorriso para quem estiver do lado direito/esquerdo, falar o nome de uma comida com determinada letra…) e depois de dar o desafio pergunte para a criança: você promete? E ela vai ter que responder: Eu prometo! E em seguida fazer aquilo que foi pedido. Permitir que cada criança tenha a oportunidade de fazer pelo menos uma coisa.
O objetivo da brincadeira é mostrar que nem sempre cumprir o que prometemos é fácil, mas que sempre vale à pena honrar a nossa palavra perante as pessoas.
8- Comunhão / Encerramento

ESTUDO RETIRADO DO BLOG DA PASTORA MIRIAN GALLI DA IGREJA ÁGUA VIVA. MAUÁ. SÃO PAULO.   http://miriangalli.blogspot.com/