DANIEL E OS SEUS AMIGOS

janeiro 29, 2009 em Uncategorized por sementinhakids

 

“Daniel na Cova dos Leões”

1- Objetivo: Ensinar às crianças a terem fé para orar em qualquer situação.
2- Quebra-Gelo: Brincadeira das balas. Esconda as balas, o suficiente para todas as crianças na sala antes delas entrarem para a célula. Coloque algumas fáceis e outras difíceis de encontrar, estimule-as a encontrar as balas, não deixando ninguém desistir por causa da dificuldade. Quem encontrar a sua bala deverá voltar pra o seu lugar, enquanto os outros continuam procurando. Depois que todas as crianças encontrarem suas balas, explique que, da mesma forma, não devemos desistir de orar, de buscar a Deus, até que Ele responda a nossa oração!
3- Versículo para Memorizar: “Mais importa obedecer a Deus do que aos homens!” Atos 5:29
4- Referência Bíblica: Daniel 6
5- Mensagem: Havia um rei chamado Dario ele dividiu seu país em 120 províncias e escolheu 120 homens para governar. Um desses homens era Daniel, pois ele era um homem muito competente, que o próprio rei quis colocá-lo numa posição bem alta. Isso gerou ciúmes nos outros ministros. Então eles pensaram nunca vamos achar um motivo que possa prejudicar Daniel, a não ser que seja algo que esteja ligado na região onde ele trabalha. Ai eles foram até o rei Dario e disse o seguinte: Nós temos autoridade sobre nosso reino, pedimos ao senhor que dê uma ordem e que ela não seja desobedecida por ninguém, que durante 30 dias ninguém peça nada pra nenhum deus, que seja somente ao senhor se isso acontecer será jogado na cova dos leões. O rei concordou e assinou e pediu que fosse publicada a ordem, pois ele nem imaginava que seria pra prejudicar Daniel. E quando o rei selava uma ordem ela não podia ser quebrada jamais. Quando Daniel soube da ordem do rei ele subiu foi para sua casa como de costume abriu a janela, ajoelhou e orou, dando graças ao seu Deus como costumava fazer três vezes por dia. Os inimigos de Daniel foram junto da casa dele e viu-o orando ao seu Deus. Então eles foram procurar o rei e contaram tudo o que eles tinham visto a respeito de Daniel. Aí o rei ficou muito triste e teve que cumprir a sua ordem. Então, o rei ordenou que trouxessem a Daniel, e o lançaram na cova dos leões. De manhã, cedinho, ele se levantou e foi depressa até a cova dos leões. Ali, com voz muito triste, ele disse: — Daniel, servo do Deus vivo! Será que o seu Deus, a quem você serve com tanta dedicação, conseguiu salvá-lo dos leões?
Daniel respondeu: — Que o rei viva para sempre! O meu Deus mandou o seu Anjo, e este fechou a boca dos leões para que não me ferissem. O rei, muito alegre, mandou que tirassem Daniel da cova. Assim ele foi tirado, e viram que nenhum mal havia acontecido com ele, pois havia confiado em Deus. Então o rei Dario escreveu uma carta para os povos de todas as nações, raças e línguas do mundo. A carta dizia o seguinte: “Felicidade e paz para todos! Eu ordeno que todas as pessoas do meu reino respeitem e honrem o Deus que Daniel adora. Pois ele é o Deus vivo, que vive para sempre. E Daniel continuou a ser uma alta autoridade no governo durante o reinado de Dario e depois durante o reinado de Ciro, da Pérsia.
6- Aplicação: Daniel era um homem temente a Deus, ele orava três vezes ao dia. Não teve medo, sabia que não estava fazendo nada de errado, e continuou a orar todos os dias, como sempre fazia. Nós devemos seguir o exemplo de Daniel: fazer o que é certo, sempre colocar Deus em primeiro lugar em nossas vidas, confiando que Ele está conosco e vai nos proteger. E orar todos os dias, assim como comemos todos os dias, pois a oração nos dá força para vencer o mal que há no mundo!
7- Atividade: Brincadeira do faça ao contrário do que eu digo: Todas as crianças devem ficar bem atentas aos seus comandos. Quando você ler um comando, as crianças devem fazer exatamente ao contrário. A criança que se confundir ou não fazer o gesto, deverá sair da roda.
Comandos por ex: “Não bater palma” a criança deverá fazer ao contrário, “bater palmas”, “Agachar”, ela deverá não agachar, e assim por diante:
Agachar / Chorar / Abrir os olhos / Não orar / Não ler a Bíblia / Não falar o versículo do dia / Não abraçar o colega / Colocar um pé para frente / Abaixar as mãos / Brigar com o colega.
Princípio: Deus deve estar em primeiro lugar na sua vida. Mesmo que você tenha que desagradar outras pessoas. Repetir o versículo.
8- Comunhão / Encerramento

“Daniel e a escrita na parede”


1- Objetivo: Ensinar às crianças a temer a Deus e a respeitá-lO.
2- Quebra-Gelo: De que formas podemos adorar a Deus?
3- Versículo para Memorizar: “Não se enganem: ninguém zomba de Deus. O que uma pessoa plantar, é isso que colherá.” Gálatas 6:7
4- Referência Bíblica: Daniel 5
5- Mensagem: O rei Belsazar, filho de Nabucodonozor, deu uma grande festa, e usou os copos sagrados de ouro e de prata que seu pai havia tirado do templo de Jerusalém, onde os israelitas adoravam a Deus. Todos começaram a beber vinho neles, e a louvar os deuses de ouro, de prata, de bronze, de madeira e de pedra. De repente, apareceu a mão de um homem e ela começou a escrever na parede. Ao ver a mão, o rei ficou pálido de medo e começou a tremer, da cabeça aos pés. Ele ordenou que chamassem os adivinhos, os sábios e os astrólogos e disse: “Aquele que ler o que está escrito na parede e me explicar o que quer dizer, será a terceira autoridade mais importante no meu reino.” Mas, nenhum deles pôde ler o que estava escrito na parede. Então a rainha mãe disse: há um homem que serviu o seu pai, quando ele era rei, ele pode interpretar sonhos, e resolver assuntos difíceis. Seu nome é Daniel, chame-o e ele explicará o que está escritório na parede. Pediram para chamar a Daniel, e ele se apresentou ao rei e disse o que estava escrito lá: “Oh rei! Você desafiou o Deus vivo, o rei do céus, e usou os copos consagrados que eram usados no templo de Deus, e o rei louvou outros deuses diante de todos. Esses deuses não falam e não ouvem nada e o rei deu a glória que era de Deus para deuses estranhos. Por isso ele escreveu isso na parede dizendo, MENE, MENE TEQUEL e PARSIM. “Mas então o que significa isso?” – disse o rei. “MENE quer dizer que Deus contou o número de dias do seu reinado, e resolveu terminá-lo. TEQUEL quer dizer que o senhor rei foi pesado na balança e pesou muito pouco. PARSIM quer dizer que o seu reino está dividido, e entregue a outro reino.” Aí o rei Belsazar teve que cumprir o que prometeu, mandou que vestissem Daniel com roupas de púrpura, pusessem uma corrente de ouro no seu pescoço e anunciassem que dali em diante ele seria a terceira pessoa com autoridade no reino. Na mesma noite, o rei Belsazar morreu, e o rei Dario assumiu no seu lugar.
6- Aplicação: Se alguém despreza a Deus, não ama ao Senhor, ela está “plantando” uma semente de desprezo. E vai colher desprezo, ou seja, vai ser desprezada por Deus também. Com Deus não se brinca. Deus é a nossa autoridade maior, o nosso criador, o nosso dono, e por isso devemos respeitá-lO. Por ex: cantar música pra Deus e depois cantar música do mundo, é errado, como falar do amor dEle e depois falar palavrão, é errado, ficar conversando, quando a Palavra de Deus esta sendo ensinada, é errado. Pedir para as crianças darem outros exemplos.
7- Atividade: Versículo- Espelho. Escreva um versículo numa faixa larga, para que seja bem legível para as crianças lerem, escreva de trás pra frente: 1:821 somlaS – “rohneS oa emet euq eleuqa zileF (“Feliz aquele que teme ao Senhor”) – o grupo que ler corretamente o versículo ganha. Variações: 1- pode fazer com vários versículos; 2- Fazer com palavras, escolhe uma palavra, “Respeito” cada letra tem um número ou símbolo, e a criança tem que formar a palavra na sequência dos números ou símbolos que você der, pode usar várias palavras, referente ao texto.
8- Comunhão / Encerramento

Os amigos de Daniel na fornalha

1- Objetivo: Ensinar as crianças que devemos ter só o Senhor como único Deus nas nossas vidas.
2- Quebra-Gelo: De que formas podemos adorar a Deus?
3- Versículo para Memorizar: “Eu sou o SENHOR: este é o meu nome, e não permito que as imagens recebam o louvor que somente eu mereço.” Isaías 42.8
4- Referência Bíblica: Daniel 3:1-30
5- Mensagem: O rei Nabucodonosor mandou fazer uma estátua que media vinte e sete metros de altura e ordenou que todos deveriam adorar e se ajoelhar perante ela, quando ouvissem o som das trombetas e outros instrumentos. Se alguém não fizesse isso seria jogado na mesma hora numa fornalha acesa. Assim, logo que os instrumentos começaram a tocar, todas as pessoas que estavam ali se ajoelharam e adoraram a estátua de ouro. Foi nessa hora que alguns governadores do palácio aproveitaram a ocasião para acusar os judeus. Eles disseram ao rei Nabucodonosor: — Ora, o senhor pôs como administradores da província da Babilônia alguns judeus. Os judeus Sadraque, Mesaque e Abede-Nego não respeitam o senhor, não prestam culto ao deus do senhor, nem adoram a estátua de ouro que o senhor mandou fazer. Ao ouvir isso, Nabucodonosor ficou furioso e mandou chamá-los. Eles foram levados para o lugar onde o rei estava, e ele lhes disse: —É verdade que vocês não prestam culto ao meu deus, nem adoram a estátua de ouro que eu mandei fazer? Sadraque, Mesaque e Abede-Nego responderam assim: —Ó rei, nós não vamos nos defender. Pois, se o nosso Deus, a quem adoramos, quiser, ele poderá nos salvar da fornalha e nos livrar do seu poder, ó rei. E mesmo que o nosso Deus não nos salve, o senhor pode ficar sabendo que não prestaremos culto ao seu deus, nem adoraremos a estátua de ouro que o senhor mandou fazer. Ao ouvir isso, Nabucodonosor ficou furioso com os três jovens e, vermelho de raiva, mandou que se esquentasse a fornalha sete vezes mais do que de costume. Depois, mandou que os seus soldados mais fortes os amarrasse e os jogasse na fornalha. Os três jovens, completamente vestidos com os seus mantos, capas, chapéus e todas as outras roupas, foram amarrados e jogados na fornalha. A ordem do rei tinha sido cumprida, e a fornalha estava mais quente do que nunca; por isso, as labaredas mataram os soldados que jogaram os três jovens lá dentro. De repente, Nabucodonosor se levantou e perguntou, muito espantado, aos seus conselheiros: —Não foram três os homens que amarramos e jogamos na fornalha? —Sim, senhor! —responderam eles. —Como é, então, que estou vendo quatro homens andando soltos na fornalha? —perguntou o rei. —Eles estão passeando lá dentro, sem sofrerem nada. E o quarto homem parece um anjo. Aí o rei chegou perto da porta da fornalha e gritou: —Sadraque, Mesaque e Abede-Nego, servos do Deus Altíssimo, saiam daí e venham cá! Os três saíram da fornalha, e todas as autoridades que estavam ali chegaram perto deles e viram que o fogo não havia feito nenhum mal a eles. As labaredas não tinham chamuscado nem um cabelo da sua cabeça, as suas roupas não estavam queimadas, e eles não estavam com cheiro de fumaça. O rei gritou: —Que o Deus de Sadraque, Mesaque e Abede-Nego seja louvado! Pois não há outro Deus que possa salvar como este. Então o rei Nabucodonosor colocou os três jovens em cargos ainda mais importantes na província da Babilônia.
6- Aplicação: Sadraque, Mesaque e Abede-Nego foram três rapazes corajosos, mesmo que o preço fosse a própria morte. Eles não se prostraram perante a estátua, honraram a Deus. E dessa forma, eles foram livrados da morte na fornalha, por um grande milagre de Deus. A estátua representa hoje tudo aquilo que quer ocupar o lugar de Deus no nosso coração, que quer a nossa adoração, por isso não devemos dizer: “eu adoro sorvete” , “eu adoro este desenho ou filme” , “eu adoro meu amigo” porque adorar é somente a Deus, podemos dizer: “eu amo sorvete” , “eu amo meu amigo”… Lembre-se Deus é o único que deve ser adorado! Líder, repita o versículo com as crianças.
7- Atividade: Vamos brincar de estátua? Líder, coloque uma música bem animada e peça para as crianças louvarem a Deus, pulando, dançando, cantando etc. Pare a música de vez em quando, repentinamente, e as crianças têm que se fingir de estátua, quem se mexer sai da brincadeira.
8- Comunhão / Encerramento

Daniel e seus amigos

1- Objetivo: Ensinar às crianças que elas devem recusar tudo aquilo que não agrada a Deus. A “comida do rei” significa para nós, os prazeres do mundo, que são agradáveis no começo, mas no final trazem tristezas e mal.
2- Quebra-Gelo: Qual é o seu prato preferido? ou O que você mais gosta de comer?
3- Versículo para Memorizar: “E Daniel propôs em seu coração, não se contaminar com a comida do rei.”
Daniel 1:8
4- Referência Bíblica: Daniel 1:3-20
5- Mensagem: O rei Nabucodonosor, da Babilônia, atacou Jerusalém e mandou que escolhessem entre os prisioneiros israelitas alguns jovens. Todos eles deviam ser inteligentes, e ser capazes de servir no palácio. O rei mandou também que eles recebessem, todos os dias, a mesma comida e o mesmo vinho que o rei. Depois de três anos de preparo, esses jovens deviam começar o seu serviço no palácio. Entre os que foram escolhidos estavam Daniel, Ananias, Misael e Azarias, todos da tribo de Judá. Aspenaz lhes deu outros nomes, isto é, Beltessazar, Sadraque, Mesaque e Abede-Nego. Resolveu Daniel, firmemente, não contaminar-se com as finas iguarias do rei, nem com o vinho que ele bebia; então, pediu ao chefe dos eunucos que lhe permitisse não contaminar-se. Mas Aspenaz disse: — Foi o rei, o meu senhor, quem resolveu o que vocês devem comer e beber. Se ele notar que vocês estão menos fortes e sadios do que os outros jovens, ele será capaz de me matar, e vocês serão os culpados. Aí Daniel foi falar com o guarda a quem Aspenaz havia encarregado de cuidar dele, e disse:— Quero pedir que o senhor faça uma experiência com a gente. Durante dez dias, dê-nos somente legumes para comer e água para beber. No fim dos dez dias, faça uma comparação entre nós e os jovens que comem a comida do rei. Então, dependendo de como estivermos, o senhor fará com a gente o que quiser. O guarda concordou. Passados os dez dias, os quatro jovens israelitas estavam mais sadios e mais fortes do que os jovens que comiam a comida do rei. Deus deu aos quatro jovens um conhecimento profundo dos escritos e das ciências dos babilônios, mas a Daniel deu também o dom de explicar visões e sonhos. No fim dos três anos de preparo que o rei Nabucodonosor tinha marcado, Aspenaz levou todos os jovens até a presença do rei. Este falou com eles, e entre todos não havia quem se comparasse com Daniel, Ananias, Misael e Azarias. Por isso, ficaram trabalhando no palácio. Todas as vezes que o rei fazia perguntas a respeito de qualquer assunto que exigisse inteligência ou conhecimento, descobria que os quatro eram dez vezes mais inteligentes do que todos os sábios e adivinhos de toda a Babilônia.
6- Aplicação: A Bíblia não deixa claro o porquê da decisão de Daniel, ou seja, a decisão de não se “contaminar” com a comida do rei , poderia ser porque a carne tivesse sido sacrificada a ídolos, ou talvez fosse comida proibida aos judeus. Mas o importante é que Daniel sentiu que isto não seria bom para ele e por isso recusou. Assim também nós, os filhos de Deus, não devemos fazer algo que venha nos fazer mal, trazer tristeza ou culpa. Por exemplo, assistir programas de televisão, violentos ou com pornografias, ficar com algum objeto que não nos pertence, mentir ou enganar os outros, etc. Vivemos neste mundo, mas não pertencemos a ele, não devemos praticar coisas erradas, só porque todo mundo faz. Devemos decidir em nosso coração, assim como Daniel, não se contaminar com as coisas deste mundo.
7- Atividade: Sugestões: 1- Fazer uma salada de frutas com eles, e aproveitar para conversar sobre alimentos saudáveis. 2- Fazer o jogo das palavras: sorteia uma letra e as crianças terão que dizer uma fruta ou legume ou outro alimento que começa com aquela letra, se tiver muitas crianças pode fazer grupos, e o grupo responde. 3- Divida a célula em três ou mais grupos e dê uma lista de palavras (de alimentos) para cada grupo. Um grupo vai ter que dar dicas de tamanho, cor, cheiro, etc, de um alimento, e o outro grupo tem que adivinhar qual é o alimento, ganha quem acertar mais. 4- Faça brincadeira da cadeira, e quem ficar por último deverá contar a história de Daniel.
8- Comunhão / Encerramento
Estudos retirados do blog da Pra Mirian Galli

http://miriangalli.blogspot.com/